Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Processos Seletivos > Páginas Estáticas > ADS - Estágio Curricular Supervisionado
Início do conteúdo da página

ADS - Estágio Curricular Supervisionado

Publicado: Segunda, 26 de Abril de 2021, 19h00 | Última atualização em Terça, 27 de Abril de 2021, 14h27 | Acessos: 712

O Estágio Curricular Supervisionado é considerado o ato educativo envolvendo diferentes atividades desenvolvidas no ambiente de trabalho, que visa à preparação para o trabalho produtivo do educando, relacionado ao curso que estiver frequentando regularmente. Assim, o estágio objetiva o aprendizado de competências próprias da atividade profissional e a contextualização curricular, objetivando o desenvolvimento do educando para a vida cidadã e para o trabalho.

Para realização do estágio é observado o Regulamento de Estágio do IFSP, Portaria nº. 1204, de 11 de maio de 2011, elaborada em conformidade com a Lei do Estágio (Nº 11.788/2008), dentre outras legislações, para sistematizar o processo de implantação, oferta e supervisão de estágios curriculares.

De acordo com a Lei 11.788, de 25 de setembro de 2008, o “estágio é um ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação para o trabalho produtivo de educandos que estejam frequentando o ensino regular em instituições de educação superior, de educação profissional (...)”.

Entretanto, o Art. 2º informa que: “O estágio poderá ser obrigatório ou não-obrigatório, conforme determinação das diretrizes curriculares da etapa, modalidade e área de ensino e do projeto pedagógico do curso”.  É importante notar que, de acordo com o Art. 2º § 2º, “o Estágio não-obrigatório é aquele desenvolvido como atividade opcional, acrescida à carga horária regular e obrigatória.”.

Para habilitação do Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas o estágio é facultativo. No entanto, tendo a opção de fazê-lo, o IFSP oferece por meio da coordenadoria e orientação específicas a supervisão escolar para os estudantes interessados.      A carga horária máxima do estágio é de 240 (duzentas e quarenta) horas, podendo ser realizado a partir da conclusão do terceiro semestre do curso.

A Coordenação de Extensão do Câmpus (CEX) auxiliará todo o processo de estágio, estabelecendo contatos e convênios com as empresas, além de fornecer o suporte e controle durante e após a realização do estágio. Durante o período de estágio caberá ao estudante atuar em uma ou mais frentes da formação do Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas.

O estagiário terá um professor Orientador, que fará o acompanhamento e a orientação durante todo o período, iniciando com a análise e aceitação do Plano de Atividades elaborado pelo aluno-estagiário em acordo com seu supervisor na empresa, acompanhamento do estágio e avaliação e conclusão. Assim, são previstas as seguintes estratégias de supervisão de estágio:

  1. Relatório de Acompanhamento de Estágio: nos relatórios de acompanhamento de estágio, os alunos deverão descrever as atividades desenvolvidas durante o estágio, analisando, concluindo e apresentando sugestões para o aperfeiçoamento dessas atividades. Os relatórios serão regularmente apresentados ao professor responsável que orientará o aluno nestas atividades e na elaboração do mesmo. Os relatórios serão elaborados segundos os impressos padronizados pelo IFSP.
  2. Avaliação e Conclusão: é um questionário a ser preenchido pelo estudante para detectar as dificuldades encontradas e as disciplinas ministradas no curso que mais contribuíram para o desenvolvimento das atividades no estágio. Ainda por meio desta consulta, o aluno poderá incluir sugestões de conteúdo ou disciplina, além de apresentar críticas à instituição de ensino, empresa ou estágio.
  3. O professor responsável pelo estágio na Instituição, seja pela supervisão e orientação, emitirá sua avaliação, de acordo com o Art. 32, § 1° da Organização Curricular do IFSP, que deverá constar “cumpriu” / “aprovado” ou “não cumpriu” / “retido”. A coordenação de extensão é responsável por concluir o processo, além de encaminhar a CRA o cumprimento do estágio para inserção no histórico escolar do estudante.
registrado em:
Fim do conteúdo da página